31

Dec

Fitoterapia na Atenção Básica: olhares dos gestores e profissionais da Estratégia Saúde da Família de Teresina

26-08-2013 16:27:06 Rede de Pesquisa em Atenção Primária à Saúde em Pesquisa em Saúde

Artigo publicado na Revista Ciência & Saúde Coletiva -vol.18 http://www.cienciaesaudecoletiva.com.br

 Autores: 

Rafael Portela Fontenele 1

Dayana Maria Pessoa de Sousa 2

André Luís Menezes Carvalho 2

Francisco de Assis Oliveira 2

 

Desde 2006, a fitoterapia destaca-se como uma prática integrativa e complementar no Sistema Único de Saúde, através de experiências e normatizações, apresentando-se para o fortalecimento da Atenção Básica. Este estudo quali- quantitativo objetivou conhecer a percepção de 8 gestores em saúde e 68 profissionais da estratégia saúde da família (36 enfermeiros, 18 médicos e 14 odontólogos) de Teresina, Piauí, sobre a inserção da fitoterapia na Atenção Básica. Nas entrevistas, utilizou-se um questionário semiestruturado com questões relativas a dados pessoais do entrevistado, ao seu conhecimento sobre fitoterapia e a suas opiniões sobre o potencial de inserção desta na Atenção Básica. De uma forma geral, os entrevistados aceitam a institucionalização da fitoterapia; fazem uso pessoal deste recurso terapêutico e o conhecimento popular é aforma de conhecimento predominante. A formação técnica em fitoterapia dos profissionais de saúde, bem como o conhecimento das políticas que envolvem o tema é deficiente. Os gestores demonstraram plena abertura para a discussão do assunto,elencando justificativas, estratégias e dificuldades de ordem política e estrutural. Assim, reconheceu- se a importância da capilarização da discussão sobre a fitoterapia, para a ampliação das ofertas de cuidado na Atenção Básica.

artigofitoterapia

Artigo publicado na Revista Ciência & Saúde Coletiva -vol.18  http://www.cienciaesaudecoletiva.com.br

comments powered by Disqus